Alentejo

Alentejo, plano Alentejo
Onde oliveiras e sobreiros abundam
Alentejo, nobre Alentejo
Espadas de bravura em ti afundam.

O Sol aquece a tua terra…
… E o coração da tua gente.
Amarelo e branco, como é e como era…
Tuas ruas são eco do antigamente.

Calor intenso da estrela gigante
Brisa suave de um vento distante
Sobreiro imenso de longa idade
Descanso no sossego, longe da cidade.

Marco Oliveira

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s